LOADING

Minha nova marca

nov 6th, 2018

Na semana passada mostrei lá no Instagram a minha nova logo e resolvi vir aqui compartilhar com vocês um pouco mais de mim e da minha identidade. Em 2015, quando decidi seguir carreira na fotografia, optei por usar como nome comercial Kelly Gequelim. Meu nome completo é Kelly Cristina Gequelim Skrzypietz Ferrer. Ferrer é o sobrenome do meu marido que inicialmente eu não ía adquirir – vamos combinar que o meu nome já era grande né – mas rolou uma confusão lá no cartório e ficou assim mesmo. Skrzypietz (leia “Escripietis” ou “Escrizipietis” ou a versão simplificada pela qual chamam meu pai: Escripi hahaha) é o sobrenome polaco do meu pai e você já deve ter concordado que não seria nada comercial um nome que as pessoas não conseguem pronunciar, não é mesmo?

Optei então por simplificar e usar apenas Kelly Gequelim. Comprei o domínio que estava disponível e fui criar a minha logo junto com meu marido. Nós somos publicitários eu redatora e ele ex-diretor de arte. Mesmo não trabalhando com esse tipo de criação há muito tempo, quando estamos começando devemos usar os recursos que temos disponíveis. Eu não sei se já contei aqui, mas eu sou uma pessoa bem apegada a histórias e significados, procuro que tudo o que eu faço tenha um sentido, uma mensagem, uma conexão com o que já vivi ou o que é importante para mim. Amo coisas antigas justamente pelas histórias que elas carregam. Desde o início não queria uma logo que fosse literal e que tivesse uma câmera, obturador ou algo do tipo. E foi daí que veio a ideia do poste de luz. Eu já tinha uma tatuagem no braço direito que fazia referência ao poste e poucas pessoas sabem o que esse poste representa pra mim.

Eu falei que gosto de histórias né, então senta que lá vem… O poste na verdade é uma referência a um dos lugares mais importantes da minha vida. Em 2011 o Flávio, meu marido, abriu um escritório de coworking aqui em Curitiba. Na época éramos apenas amigos e a agência onde eu trabalhava foi a primeira empresa a se estabelecer no coworking. O lugar por si só já era mágico. Cheio de cor, arte, em uma região da cidade que é única, o Jardim Ambiental. O tempo passou, mudei de emprego, meu caminho e o do Flávio se cruzaram novamente e começamos a namorar. Foi algo inusitado e tão verdadeiro que em pouco tempo já sabíamos que era para ficarmos juntos mesmo, aquelas coisas que você não sabe explicar, apenas sabe.

Em 2013 o Flávio me convidou para vir trabalhar com ele no coworking, ajudando na administração do espaço e da produtora de áudio, já que ele sozinho não estava dando conta de tudo. Pedi demissão do emprego e vim empreender nesse lugar que eu já amava. Foi a melhor decisão da minha vida. Aprendi muito, errei muito, conheci inúmeras pessoas, fiz conexões incríveis e trabalhei mais do que nunca. Foi dentro desse lugar, onde mora o postinho fofo, que encontrei o amor da minha vida, que fiz amizades eternas, que me descobri profissionalmente, que me desenvolvi como pessoa e que cresci no trabalho e na vida. Resumindo, o poste para mim representa tudo isso: amor, trabalho, amizades, conquistas, aprendizado. É por isso que carrego ele na minha pele, para eu poder lembrar para sempre tudo o que vivi e continuo vivendo dentro desse lugar. Em abril de 2018 fechamos o coworking mas continuamos aqui desenvolvendo outros negócios.

Foi por isso que escolhemos utilizar esse símbolo que representa os meus valores e, após muitas discussões, criamos a minha primeira logo. Decidi assinar com o fotografia abaixo do meu nome, criei site e redes sociais e fui batalhar pelo meu novo negócio. Aqui vai outra informação sobre mim: eu acredito nas coisas. Horóscopo, numerologia, universo… Sei lá, acredito que tudo tem uma conexão e com o passar dos anos fui me aprofundando mais nesses assuntos. Porém, quando criei minha identidade visual em 2015 eu não fiz nenhuma numerologia do nome da minha empresa. Eis que, no início de 2018, a Anne vira pra mim e fala: como assim você não fez a numerologia do seu nome? Inicialmente eu falei: ah, nada a ver isso aí, deixa pra lá. Mas a pulga ficou atrás da orelha e dias depois eu fui atrás de resolver isso aí. O que aconteceu foi que o nome Kelly Gequelim Fotografia era simplesmente PÉSSIMO para os negócios 😵, já Kelly Gequelim e Kelly Gequelim Foto davam bons resultados. O que fazer agora que tem um fotografia na minha logo? Mudar a logo. Estava precisando fazer novos cartões de visita e resolvi aproveitar essa oportunidade para mudar tudo. Fiz alguns testes, pedi ajuda ao marido novamente e a uma amiga designer mas no fim eu vi que seria mais fácil apenas tirar o fotografia mesmo e deixar como estava. E assim o fiz.

Tudo corria na normalidade quando, em outubro de 2018, eu me deparo no Instagram com a Pipa de Giz. Uma empresa nova, de marcas artesanais, desenhadas a mão em estilo americano Indie Pop. Era tudo o que eu sempre quis e nem sabia. Entrei em contato, pedi um orçamento, recebi uma apresentação linda e fechei com eles no mesmo dia. A Bibs me enviou um briefing bem detalhado, respondi tudo com muita calma, passei referências e ela criou minha nova e linda identidade de um jeitinho muito especial. História, amor, crescimento, sonho, lembrança, momentos foram algumas palavras que eles utilizaram como fonte de inspiração. O mais legal do trabalho deles é que a entrega final é composta por diversos elementos que complementam a logo e que eu posso usar em diferentes materiais. Além de já entregarem cartão de visita e tag impressos e um carimbo, assim que chegarem eu mostro pra vocês.

E esse textão todo aí foi só para que vocês pudessem me conhecer melhor, conhecer um pouco da minha história e saber o que me representa. Aqui em baixo deixo os materiais lindos que a Pipa de Giz produziu para vocês verem. Espero que gostem e espero que a luz do meu postinho possa iluminar o seu dia também 😘

 

 

 

 

 

 

LEAVE A REPLY